Os benefícios de ter um ecommerce

Quais são os benefícios de ter um ecommerce para o seu negócio? Quais são as potencialidades do digital neste momento? Quais são as ferramentas para converter o seu negócio em ecommerce?

Gerir um negócio de retalho que está a correr bem e a pensar como expandir as vendas globalmente? Está relutante em entrar no e-commerce por medo de questões de segurança ou simplesmente por falta de compreensão dessa oportunidade de negócio?

Quer esteja no setor de retalho ou em qualquer outro tipo de negócio de retalho, não há melhor altura para entender melhor quais são as ferramentas para converter o seu negócio em ecommerce.


Quais são as potencialidades do e-commerce e do digital?

➡ Mantenha-se competitivo

De acordo com o Entrepeneur (revista bem conhecida), muitas pessoas vão continuar a fazer compras na loja, (este mercado é ainda mais próspero do que o digital). Espera-se que as compras online cresçam a um ritmo acelerado, com 56% da Geração X e 67% dos Millennials (nos EUA) a serem o alvo mais provável para fazer compras.

É essencial conhecer hoje as possibilidades que os serviços web oferecem. A venda online está agora apurada, até porque, sobretudo para o “mobile”, o comércio eletrónico cresceu 300% nos últimos anos, com receitas de 700 mil milhões de dólares só nos Estados Unidos no ano passado. Prevê-se que represente 17,5% das vendas a retalho globais até 2021 (de 7,4% em 2015) e as vendas deverão atingir os 4,878 mil milhões de dólares nos próximos anos.

➡ Ser global

As lojas físicas estão limitadas pela localização, e dependendo do produto ou serviço, esta pode ser a chave para a sua receita. Mas mesmo que ache que o seu negócio “precisa” de existir localmente, a expansão global pode permitir-lhe expandir-se de outras formas e aspetos.

Por exemplo, se o seu negócio for principalmente baseado em serviços, talvez queira integrar as suas ofertas locais com produtos que as pessoas podem comprar online de si, como um cabeleireiro que oferece acessórios especiais ou descontos dedicados.

➡ Reduzir custos

O ecommerce tende a incorrer em custos muito mais baixos do que a loja física, adicionar um componente online ao seu negócio existente não tem de ser um investimento de alto risco, e na maioria dos casos seria uma escolha muito melhor do que abrir outra loja física, se é algo em que você acha que você pode facilmente perder dinheiro.


Por que é mais conveniente gerir uma loja online?

➡ Vendas publicitárias

A publicidade digital é mais barata do que os canais tradicionais e pode adaptar-se a orçamentos variáveis. Você pode usar uma combinação de tradicional e digital para comercializar a sua loja física, ou até mesmo ir totalmente digital e economizar muito dinheiro.

O envio de e-mails promocionais, por exemplo, é um tipo simples e rentável de ferramenta digital para enviar informações a clientes novos e recorrentes.

➡ Poupança nos recursos humanos

Não terá gastos com recursos humanos. Pode considerar a integração de um chat-bot nas suas atividades de redes sociais e de atendimento ao cliente. Também pode contratar um assistente virtual ou especialista em marketing que trabalha remotamente (desloque-se para poupanças adicionais).

➡ Poupança na plataforma

Os custos iniciais de conceber e manter o seu ecommerce não serão baixos se realmente quiser um negócio que se converta. Para economizar dinheiro, por exemplo, pode começar com ferramentas que lhe permitem criar a sua própria loja online de forma rápida e fácil como Simply Shop a solução Amen.pt para realizar um ecommerce sem competências técnicas específicas.

Experimente gratuitamente todas as funcionalidades da Simply Shop  durante 30 dias e descubra como é fácil criar uma loja online.

➡ Melhor orientação e mais personalização

Os modelos digitais de marketing e vendas podem ajudá-lo a recolher, sintetizar e usar informações e recolher mais facilmente os dados dos clientes do que os canais tradicionais. Isto é muito útil quando se consideram campanhas de fidelização de clientes: no essencial, pode monitorizar os seus hábitos de compras com mais cuidado, o que oferece a oportunidade de direcionar os esforços de marketing e promoção mais especificamente.

Verá que existem muitas oportunidades para personalizar as suas promoções e outras ofertas, graças aos dados dos seus clientes, automaticamente integrados no sistema graças ao marketing digital. Um exemplo perfeito é a Amazon, que, como deve ter notado, “recomenda” artigos que pensa gostar, aproveitando apenas o sistema de mira. Também pode segmentar e personalizar com base em localização específica, hábitos de compras ou taxas de abandono de carrinhos.

A venda e venda cruzada também podem ser mais fáceis se não estiver preso numa situação desagradável cara a cara onde o cliente pode sentir-se pressionado. Assim pode simplesmente fornecer sugestões para serviços ou produtos adicionais como parte do processo do carrinho e deixar o comprador prosseguir por conta própria.

➡ Fluxos de tráfego diferente

Já tem um site criado para apoiar o seu negócio, mas está a receber tráfego suficiente? Desenvolver uma presença online pode ajudá-lo a entender melhor o seu mercado para que possa oferecer ao seu público novos e inovadores produtos e promover a sua loja de forma rápida e fácil.

Como é que se faz isso? Otimizar o seu site para motores de busca é essencial, e as estratégias de marketing digital podem ser complexas quando se trata de pesquisa de clientes e direcionar o seu público, tanto online como offline.

 

➡ Escalar e crescer facilmente

Um dos principais benefícios de gerir um negócio online é que pode facilmente otimizar e escalar o seu orçamento com base em todos os outros aspetos do seu negócio. Não é difícil escalar o seu projeto se vir a sua base de clientes expandir e crescer.

Por exemplo, se estiver a publicar anúncios no Facebook, pode facilmente ajustá-los com base no comportamento de compra. E mesmo que encontre alguns declínios, por exemplo, se as suas ofertas tendem a ser sazonais, também pode ajustar as suas campanhas e o seu inventário com base nestas especificações.

➡ Uma experiência mais agradável do cliente

Muitas pessoas viciadas em tecnologia estão habituadas a fazer compras online, as compras online para muitos são rápidas, fluidas, fáceis, confortáveis, de casa, de trabalho, onde quer que a internet chegue. Não só um cliente não precisa de sair do conforto da sua casa, como também pode evitar o trânsito, o estacionamento e os vendedores intrusivos que tentam vender.

Se um ecommerce for estruturado corretamente (facilidade de pesquisa, navegação e compra, para uma experiência amigável), os custos adicionais de envio serão um pouco significativos para o seu público. Melhor ainda se o seu ecommerce apresentar funcionalidades avançadas como chats ao vivo, definido para responder às perguntas do cliente 24 horas por dia, 7 dias por semana.

➡ Ganhos passivos

Manter a sua loja aberta 24 horas por dia e 7 dias por semana e conseguir expandir as suas ofertas para um público global, significa que tem o potencial de criar um fluxo de rendimento passivo, o seu rendimento não depende necessariamente de grandes vendedores ou horários de funcionamento. Se os seus clientes não estão limitados pela logística, então a localização e a hora do dia, terá muitas oportunidades para aumentar as receitas de novas formas.


Possíveis desvantagens de um ecommerce


Embora, na maioria dos casos, seja muito fácil e de baixo risco converter o seu negócio em ecommerce, recomendo ter algumas coisas em mente.

➡ Dificuldades iniciais em iniciar corretamente um e-commerce


Não se esqueça de investir numa agência profissional para ajudá-lo a criar um sistema robusto para o seu website que será sustentável e seguro durante um longo período de tempo. Se não tem experiência no campo pode ser difícil começar o seu próprio negócio de ecommerce on-line, mas obter ajuda de especialistas você só terá que ganhá-lo.

A equipa da Amen.pt está à sua disposição para criar o seu e-commerce e fazer crescer o seu negócio online.
A  experiência da nossa Agência de Design e dos seus web designers permitir-lhe-ão estar online com um site de ecommerce profissional, inovador e fácil de gerir.

➡ Dúvidas do cliente sem uma política de devolução

Outra desvantagem possível tem a ver com os seus produtos. Por exemplo, se vender roupa, a sua loja online terá de ter as medidas todas e foco do cliente é na medidas, ou seja, significa que o cliente irá comprar-lhe a roupa sem saber como essa roupa fica nele, se serve ou não serve, até ao momento da entrega. Nesse sentido, terá de se certificar de que oferece uma política de devolução ou de troca bem desenvolvida para que os clientes saibam que vale a pena, mesmo que não possam realmente experimentar os produtos.


Conclusão

Em geral, iniciar um negócio de ecommerce é muito fácil, de baixo risco e de baixo custo, independentemente de já ter uma loja física ou não. Desde que escolha os seus produtos com sabedoria e tenha um plano de negócios apropriado, existe um grande potencial para o rendimento passivo e o ROI de longo prazo.

O ecommerce certamente pode não ser para todos, ou pode nem ser o momento certo para si, mas é importante considerar uma estratégia baseada no ecommerce se tiver uma loja de retalho ou mesmo uma ideia que queira desenvolver.